ALIMENTAÇÃO

Alimentação Saudável e Sustentável

 

Consideramos a alimentação um tema de grande importância, pois ela influencia diretamente a qualidade da nossa saúde e também o tipo de impacto que causamos em nosso ambiente através dos nossos padrões de consumo, seja no aspecto ecológico, econômico ou social.

A Somos Um busca, primeiramente, promover a saúde através da nutrição e proporcionar às crianças oportunidades para o aprendizado de texturas, aromas e sabores e a aquisição de hábitos alimentares saudáveis.

Deste modo, a alimentação que oferecemos em nossa escola é:
– Vegetariana estrita (sem produtos de origem animal);
– Natural: alimentos não processados ou minimamente processados. Damos preferência por utilizar cereais integrais, adoçar naturalmente com frutas e utilizar quantidade reduzida de óleos e carboidratos processados no preparo dos alimentos. Tudo que é servido na escola é preparado em nossa cozinha. Não servimos qualquer tipo de alimento industrializado pronto.

A opção pela alimentação vegetariana e integral está baseada em uma vasta quantidade de pesquisas científicas, que demonstram de forma incontestável os benefícios deste tipo de dieta para a saúde. Caso você tenha dúvidas sobre aspectos nutricionais da dieta vegetariana, disponibilizamos alguns artigos e vídeos abaixo para esclarecimento.

 

Referências

 

Proteína de Origem Animal e Vegetal

Vegetarianos consomem proteína suficiente? (legendas em português)
Dr. Michael Greger, médico nutrólogo
Resumo: A quantidade média diária recomendada de proteína é de 42g. Um estudo que analisou o perfil nutricional de 30 mil não-vegetarianos e 20 mil vegetarianos. O estudo concluiu que vegetarianos e veganos consomem diariamente 70% mais proteína do que necessitam. Portanto, a proteína não é um nutriente restringido em função do tipo de dieta. Há, porém, um outro nutriente essencial para a saúde e que é restringido em função da dieta: as fibras. Estudos mostram que a grande maioria dos americanos não-vegetarianos consomem menos da metade da quantidade diária de fibras recomendada, enquanto os veganos consomem o triplo da média de consumo nacional. Então, a pergunta não deve ser “como você consegue a proteína?” e sim “como você consegue as fibras?”.

Oito Mitos da Proteína Vegetal 
Dr. Eric Slywitch, médico nutrólogo

Proteínas Vegetais x Animais: derrubando mitos
Dra. Fernanda de Luca, médica pediatra e nutróloga

 

Cálcio, Laticínios e Saúde Óssea

Leite de vaca: você realmente precisa dele?
Dra. Fernanda de Luca, médica pediatra e nutróloga

Tudo o que você precisa saber sobre o leite de vaca e o metabolismo ósseo
Dra. Fernanda de Luca, médica pediatra e nutróloga

 

O Ferro de Origem Animal e Vegetal

Riscos associados ao consumo de ferro heme (animal) (legendas em inglês e espanhol)
Dr. Michael Greger, médico nutrólogo
Resumo: O ferro é uma faca de dois gumes, sua deficiência pode levar à anemia, mas seu excesso pode aumentar o risco para várias doenças, como câncer, doença cardiovascular, infecções, doenças neurodegenerativas e condições inflamatórias. Nosso corpo não consegue se livrar do excesso de ferro, mas nossos intestinos são capazes de regular a sua absorção. Quando as reservas de ferro estão baixas, ocorre um aumento de sua absorção pelo intestino e quando há quantidade suficiente de ferro, os intestinos bloqueiam sua absorção. Contudo, esta regulação só acontece com o ferro não-heme (vegetal). Nossos intestinos não conseguem regular a absorção de ferro heme (animal). O ferro heme (animal) é facilmente absorvido, mesmo que já tenhamos muito ferro em nosso sistema.

A segurança do ferro animal (heme) x ferro vegetal (não heme) (legendas em português)
Dr. Michael Greger, médico nutrólogo
Resumo: O ferro heme (animal) é melhor absorvido do que o ferro não-heme (vegetal). Apesar disso, vegetarianos não são mais propensos a sofrer de deficiência de ferro do que não-vegetarianos. Ao contrário, o consumo de ferro animal está associado a um maior risco para desenvolvimento de câncer, AVC, doença cardiovascular e síndrome metabólica. 

Impactos Socioeconômicos e Ambientais

Artigo do jornal Inglês “The Guardian”, comenta relatório da ONU sobre dieta e mudanças climáticas. (“UN urges global move to meat and dairy-free diet.” – Nações Unidas diz ser urgente a adoção de uma dieta livre de laticínios e carne.)

 

O que é Fair Trade (Comércio Justo)? (Portal Serviço Brasileiro de Empreendedorismo – SEBRAE)

 

O que é Economia Solidária? (Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários – UNISOL Brasil)

WordPress Video Lightbox Plugin