O maior desafio dos pais e educadores é como ajudar a criança a desenvolver seu potencial máximo e se tornar o melhor ser humano que puder ser. Queremos preparar nossas crianças para a vida, para o mundo, para serem felizes e independentes. Mas há tantas teorias sobre como educar. Qual seria a certa?

Enquanto muitos pensadores propuseram teorias sobre o que fazer e o que não fazer com a criança, Maria Montessori fez uma proposição simples, porém revolucionária, que consiste em confiar na criança e dar-lhe liberdade para que ela encontre o que precisa para se desenvolver.

É importante lembrarmos que a vida sabe se desenvolver! Desde a fecundação, o embrião forma a si próprio através de misteriosos mecanismos da vida. Tecidos e órgãos se diferenciam, dando origem a um feto, sem que a mãe precisasse se preocupar ou fazer qualquer coisa para que se desenvolvesse. Da mesma maneira que a vida gerou a si própria, a vida sabe nascer, sabe crescer e sabe como se desenvolver. O ser humano, com sua mente complexa e intervencionista, acaba interferindo demais nos processos da vida e, muitas vezes, atrapalha o seu desenvolvimento natural. Assim, a pergunta correta não seria “o que fazer para ajudar a criança a se desenvolver plenamente?”, mas sim “o que fazer para não atrapalhar o curso natural da vida?”.

Toda semente traz um potencial dentro de si. E o que fazemos para que este potencial se revele e desabroche? Simplesmente, cuidamos do ambiente! Garantimos que a semente esteja sob um solo fértil, rico em nutrientes, com quantidade suficiente de água e luz do sol. Precisamos também proteger dos perigos, combatendo pragas e predadores. Em resumo, cuidamos apenas do ambiente! Não precisamos nos preocupar em estimular a semente, isso seria completamente inútil. A vida sabe nascer e se desenvolver! Precisamos apenas confiar e garantir um ambiente apropriado.

Da mesma maneira, um princípio do método Montessori é a confiança de que a criança é capaz de encontrar em seu ambiente tudo aquilo que ela precisa para se desenvolver em cada momento de sua vida. O adulto não precisa se preocupar em como estimular seu desenvolvimento. Seu papel deve ser garantir um ambiente fértil, rico em possibilidades de aprendizagem, para que a criança consiga encontrar o que precisa. Contudo, há que se ter cuidado apenas com o excesso de elementos no ambiente, pois pode levar a distrações. A escolha do que deixar à disposição da criança deve ser feita com base no nosso conhecimento sobre a criança. Devemos considerar seu estágio atual de desenvolvimento, seus interesses e também saber selecionar materiais e brinquedos apropriados, que contribuam para o desenvolvimento de habilidades da criança.

No ambiente escolar, a criança encontra maiores oportunidades de desenvolvimento quando o método é individualizado. Cada criança é única e se desenvolve em seu próprio ritmo. Assim, um planejamento individualizado e um método que permita a cada criança escolher suas atividades e as realizar pelo tempo que desejar, garantem a melhor experiência de aprendizagem.

Em escolas tradicionais, as atividades são padronizadas e iguais para todas as crianças. Dessa maneira, considerando as diferenças individuais entre as crianças, é muito difícil que as propostas atendam as necessidades de desenvolvimento de cada uma. E a necessidade de se desenvolver é tão urgente para a criança, que quando ela não consegue encontrar oportunidades para o desenvolvimento de habilidades que estão em seu período sensível, ela expressa esta ‘necessidade não atendida’ através de comportamento agressivo, rebelde e não cooperativo. A sociedade tende a culpabilizar a criança por seu comportamento difícil, sendo que, na verdade, ela é a vítima de um sistema educacional que não é capaz de atender todas as suas necessidades de desenvolvimento.

E quando a criança está em um ambiente apropriado, onde ela encontra tudo o que precisa para se desenvolver, ela naturalmente se concentra e é feliz. A felicidade da criança é a nossa única certeza de que suas necessidades de desenvolvimento estão sendo atendidas e de que a vida está seguindo o seu curso natural.

WordPress Video Lightbox Plugin